PEDFORE

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Orientações sobre O relatório Descritivo Reflexivo a Escola Angelo Nadin em Lucas do Rio Verde


RELATÓRIO DA “SALA DO EDUCADOR” com a Professora Sara Cristina do CEFAPRO DE SINOP/27/09/2011-E.E. ANGELO NADIN 

No dia vinte e sete de setembro às quatorze horas, iniciou-se mais um encontro de professores para estudo na “Sala de Educador”, formação continuada. A Profª. Sara do CEFAPRO veio de Sinop para nos orientar sobre aAvaliação Descritiva Reflexivano Ciclo de Formação Humana. 
Ela nos orientou de como se faz o relatório semestral ou anual dos três ciclos, como o que é interessante e o que não é colocar nesse relatório. Disse ainda que se pode colocar as capacidades no relatório ou ainda, colocar os descritores para que o relatório fique mais explicativo, cujo conteúdo os pais possam entender melhor. A respeito de os pais não interpretarem o relatório do filho devido à linguagem técnica do mesmo via capacidades, foi discutido muito, pois é uma preocupação por parte de todos, já que alguns pais se queixaram a respeito disso. 
Em seguida a Profª. Sara leu alguns exemplos do que não deve conter em um relatório descritivo reflexivo. Não se deve colocar em um relatório questões relativas a pessoa e sim a sua aprendizagem exemplo “o aluno tem facilidade, tem dificuldade ...não tem interesse...etc Esse tipo de relatório deve conter apenas o que o aluno aprendeu no decorrer do semestre ou ano letivo, jamais colocar algo que fira a integridade do aluno, pois o relatório irá para o sistema – Sigeduca – e a Seduc, o Cefapro e outros têm acesso a  esse(s) relatório(s). Após essas colocações, a Professora formadora leu alguns relatórios da escola,  Angelo Nadin, e fez algumas observações de como poderia ficar mais amplo colocando os descritores ou mais sucinto, colocando apenas as capacidades. Isso fica a critério da escola e dos professores nas áreas. 
Quando o aluno for PPAP é relevante colocar no  relatório as capacidades desenvolvidas e as que estão em processo de desenvolvimento. Por no sistema  também o que está sendo feito, ou seja as medidas adotadas as intervenções realizadas pelo professor para contribuir com a aprendizagem deste aluno.  
Em suma, foi isso que se expôs na tarde do dia vinte e sete de setembro. Realizou-se um amplo debate após cada colocação para se tirar as dúvidas, que eram muitas. A explanação esclareceu as dúvidas e às dezessete horas se encerrou os estudos com a Profª. Sara e os participantes da formação continuada. 
(Profª. Márcia Regina Paludo) 


Nenhum comentário: